Espalhe por aí                  Visitas: 566


22/03/2016 às 12:10:35
Ex-Estudante do Campus Rio Pomba é Exemplo de Sucesso da Verticalização do Ensino no IF Sudeste MG

IF Sudeste MG conversou com a ex estudante Danielle Cunha Confira a entrevista.
créditos: Assessoria de Comunicação Campus Rio Pomba

Danielle Cunha de Souza Pereira é um exemplo do sucesso da verticalização do ensino no IF Sudeste MG. Ela ingressou no Campus Rio Pomba ainda no ensino técnico (Informática) em 2007. Depois de concluir o primeiro curso profissionalizante, não parou mais. No ano seguinte, entrou para a graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos. Após se formar, não quis ficar parada e encarou um novo desafio: fazer um outro curso superior (Agroecologia). Após seis meses, foi aprovada para a primeira turma do Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia de Alimentos e defendeu sua tese em agosto de 2015. Agora leva o nome da instituição para outro estado. Danielle iniciou, neste semestre, o doutorado na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

 

Você é um dos exemplos da verticalização ofertada pelo Campus. Começou no curso técnico e fez até o mestrado. É comum as pessoas migrarem de instituição, mas você optou por permanecer em Rio Pomba. O que a fez escolher isto?

 

Danielle: Iniciei meus estudos no Campus Rio Pomba em 2007, fazendo o curso técnico. Neste período, a instituição me proporcionou acesso a várias atividades extracurriculares, como viagens técnicas, eventos, minicursos. Estas oportunidades fizeram com que eu optasse por fazer o curso superior na unidade, pois sabia que havia possibilidade de crescimento.
Na graduação (2009-2012), conforme esperado, tive oportunidade de desenvolver vários projetos, entre outras atividades acadêmicas. Participei de projeto de extensão, programas de iniciação científica, monitoria, organização de eventos, fui membro da empresa júnior – atuando como diretora de Marketing e, posteriormente, como presidente –, e também fui bolsista do Grupo PET – Ciências Agrárias.
Quando terminei a graduação, ainda não havia o curso de mestrado no campus. Assim, me inscrevi no edital para seleção UFV (Universidade Federal de Viçosa) – Campus Rio Paranaíba. Fui selecionada, porém resolvi não ir. Havia ficado sabendo que, no meio daquele ano (2013), iria abrir o curso de Mestrado em Alimentos no Campus Rio Pomba. Devido à infinidade de oportunidades que já havia tido na unidade, resolvi continuar meus estudos em Rio Pomba.
Após finalizar o mestrado, atuei como professora, ministrando a disciplina de Microbiologia do Leite e Derivados para o curso de Tecnologia em Laticínios.

 

 

Você começou fazendo o curso de Informática e depois migrou para a área de Alimentos. Recentemente, estava cursando Agroecologia. Como acha que todos esses conhecimentos variados agregam na profissão que escolheu?

 

Danielle: Quando iniciei meus estudos no Campus Rio Pomba, eu já ministrava aulas de informática para a comunidade. O curso veio como uma forma de aperfeiçoamento. Apesar de gostar e ter facilidade com o assunto, não tinha pretensão de fazer graduação na área. Assim, prestei vestibular, no final de 2008, tendo como primeira opção Alimentos e segunda, Agroecologia.
O curso de Informática me ajudou muito no início da graduação. Graças a ele, consegui uns pontinhos a mais para passar na seleção do meu primeiro projeto de extensão, da empresa júnior e do grupo PET.
Além de ser um diferencial no meu currículo, ter feito o curso de Informática sempre me ajudou nas atividades acadêmicas, principalmente quando tenho que preparar apresentações em PowerPoint, montar cartilhas educativas e fazer cartazes ou imagens computacionais na área de Alimentos.
Quanto ao curso de Agroecologia, só tive a oportunidade de fazer quando me formei na graduação em Alimentos. Por ter trabalhado com desenvolvimento sustentável em quase todos os projetos dos quais participei – até mesmo no TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) e na dissertação de mestrado –, as disciplinas cursadas na Agroecologia me deram base para as discussões acerca do tema.

 

Você sempre participou de muitos projetos. Acredita que isto pode ter sido um diferencial para que chegasse ao doutorado?

 

 

Danielle: Com certeza. Acredito que o bom resultado obtido na seleção do doutorado tem muito a ver com estes projetos, pois com eles obtive melhor pontuação no currículo. Além disso, por ter participado de diferentes atividades tive que ler e estudar muito sobre diversos temas, o que também me proporcionou fazer uma boa entrevista e prova de doutorado.
Mas não devo o bom resultado da seleção somente aos projetos que participei. Peças chaves na minha aprovação foram ter uma família e esposo que sempre me apoiaram e, ter tido professores que me orientaram em todos estes projetos de forma exemplar. Por isso agradeço aos meus pais, meus irmãos, ao meu companheiro Jean e a todos os meus professores, especialmente ao Roselir (Ribeiro), André (Narvaes), Maurilio (Martins), Eliane (Martins) e Gisele (Inocêncio), pelos ensinamentos e amizade.

 

 

 Que recado gostaria de deixar para os estudantes do Campus que pretendem chegar no mesmo nível que você?

 

 

Danielle: Infelizmente, eu não tenho uma receita de bolo, faça isso ou faça aquilo. Acho que ninguém tem. Mas posso deixar algumas dicas aos estudantes que também têm vontade de fazer mestrado e doutorado. Primeiramente, saiam da zona de conforto. Não pensem nos programas de iniciação científica, nos projetos de extensão, nas monitorias como trabalho. Pensem como oportunidades. Descubram do que gostam. Se para isso tiverem que fazer inúmeros cursos ou projetos, então façam. Mas lembrem-se: o mais importante não é só fazer o que gosta, o mais importante é fazer tudo dando o seu melhor. Façam suas atividades com amor e dedicação, que a recompensa vem com o tempo. Porém, já adianto que, assim como vocês, minha jornada está apenas começando, ainda tenho muito que caminhar e muito que aprender.

 

 

 

 



 

COLUNISTA

SILAS CANNAVARRO

COMPARTILHE O LINK DA MATÉRIA









Rio Pomba

Ex-Estudante do Campus Rio Pomba é Exemplo de Sucesso da Verticalização do Ensino no IF Sudeste MG

IF Sudeste MG conversou com a ex estudante Danielle Cunha Confira a entrevista.

22/03/2016   12:10:35

Ler Matéria

Alisson posta Foto após Cirurgia e Tranquiliza o Torcedor do Cruzeiro: 'Está tudo bem'

Meia usou a rede social para garantir que artroscopia foi um sucesso

03/10/2015   13:14:54

Ler Matéria

Alisson pode não atuar mais pelo Cruzeiro neste Brasileirão

Meia-atacante sofreu uma contusão no menisco medial do joelho direito e será submetido a uma artroscopia

30/09/2015   11:07:05

Ler Matéria

Matéria Exclusiva : Rio Pombense Destaque do Cruzeiro, Alisson Sonha com Juventus ou Manchester United e exalta Hazard

Meia-atacante é um dos principais jogadores também das seleções de base do Brasil e falou sobre as Olimpíadas

26/09/2015   08:15:06

Ler Matéria

Alisson não se Intimida com Momento do Rival: 'no 1º Turno Foi Assim'

ogador lembrou do triunfo celeste no clássico do turno, dentro do Independência, e teceu elogios a Mano

12/09/2015   07:29:53

Ler Matéria

Dos Mineiros do Vôlei, Sada Cruzeiro Terá Agenda Mais Apertada

Equipe celeste tem presença garantida em quatro torneios, enquanto adversários tem, até o momento, apenas duas participações confirmadas

11/09/2015   07:25:36

Ler Matéria

Cruzeiro Goleia na Estreia de Mano Menezes Com Quatro Gols de Willian

Equipe celeste voltou a mostrar o bom futebol e aplicou goleada de 5 a 1 em cima do Figueirense para alegria da torcida no Mineirão

07/09/2015   07:50:52

Ler Matéria

O Centro Esportivo Ubaense (CEU) Vai Realizar Peneira Para Copa São Paulo Futebol

Ubaense Monta Time Para a Copa São Paulo

03/09/2015   13:25:20

Ler Matéria



 
   
Cadastre seu e-mail e receba novidades e promoções da Jovem Rio!






  
Copyright © 1998/2015 Todos os direitos reservados!