Espalhe por aí                  Visitas: 56


27/01/2017 às 05:22:43
Atleta amador precisa de suplemento?

Alimentação balanceada pode resolver
créditos: g1

Além da rotina de treinos com um time de futebol, a série "Pré-temporada", do Globo Esporte, mostra a dificuldade que os jogadores enfrentam para perder peso e diminuir o percentual de gordura. Para isso, o papel da nutricionista é fundamental. Na hora das refeições, escolher os melhores alimentos e a quantidade nem sempre é fácil, pois a gula vira uma adversária e tanto.
O repórter Thiago Asmar, que encarou os treinos com o elenco do Boavista, sofreu isso na pele. Ao montar o prato no jantar, levou uma chamada e teve de incluir outros alimentos no cardápio. Legumes e saladas à vontade, com um tipo de proteína (carne, frango e peixe), ovo, e somente um tipo de carboidrato, se possível, de baixo índice glicêmico, caso do aipim, inhame e batata doce. Para quem pouco incluía o verde no prato, ele precisou se adaptar e ser mais saudável.
+ "Pré-temporada": repórter é aprovado nos exames e sofre na caixa de areia
+ "Pré-temporada" tem exercício a 40ºC, intensidade no campo e barril de gelo
"Pré-temporada": musculação pesada, sufoco na bike e zoação do Papai Joel
Atleta tomando suplemento euatleta (Foto: Getty Images)
Atleta tomando suplemento na forma de shake: nem todos necessitam consumi-los, diz nutricionista (Foto: Getty Images)

- Quando você vai começar a praticar exercícios é importante apostar em carboidratos de baixo índice glicêmico e proteínas. Batata doce, macarrão integral, muita salada, legumes e verduras. Isso é importante porque fornecerá energia e ele ganha uma produção de glicogênio muscular por mais tempo. Isso irá gerar ainda mais saciedade - explicou a nutricionista Elizabeth Vilhena.
Suplemento creatina euatleta (Foto: Getty Images)
Suplemento à base de pó é muito usado por quem malha. Todos podem usar? (Foto: Getty Images)
+ 5+: para que servem glutamina, BCAA, creatina, whey protein e maltodextrina
Com ritmo intenso de treinos no início de ano, muitos jogadores precisam de suplementação, como shake de proteína ou BCAA (aminoácidos), para acelerar a recuperação muscular. Mas e os atletas amadores, realmente necessitam disso?

- Para o profissional, o desgaste é enorme e temos de repor para prevenir lesões. Uma pessoa que pratica atividade física normalmente, três vezes por semana, e faz 45 minutos a uma hora de spinning, natação ou corrida, por exemplo, não tem necessidade de usar suplemento. Tem de se alimentar de forma balanceada, com carboidratos, proteínas, legumes, frutas e verduras, e assim garantir fibras, minerais e vitaminas necessários. Mas cada pessoas responde de uma forma, por isso vale uma consulta com especialista sempre. É algo totalmente individual - frisou a nutricionista.
+ Seis passos que vão te levar a apostar na boa alimentação e retomar o peso
O consumo de proteína sob a forma de shake (whey protein) não deve ser feito por qualquer um. Antes, é necessário o atleta amador visitar uma nutricionista para saber se é ou não necessário. Isso, é claro, de acordo com o tipo de treino que é realizado em conjunto e qual a regularidade.

- O que hoje a gente mais vê, até mesmo quando a pessoa entra na academia, ela é orientada a tomar suplementos. Não é o ideal. Até porque o excesso, a forma de depósito no organismo, é como gordura. A pessoa está crente que está fazendo algo que vai ajudá-la e o resultado é o contrário, pois pode até engordar e ficar frustrada, parando a dieta - destacou a especialista.
+ Dieta, genética, idade... Por que é tão difícil eliminar a gordura abdominal?
Alimentação balanceada prato euatleta (Foto: Getty Images)
Frango, batata assada e legumes: prato balanceado e indicado para os atletas amadores (Foto: Getty Images)

+ Comer carboidrato à noite engorda? Pular refeições emagrece? Descubra!
Os modismos são perigosos. Por isso, seguir uma alimentação variada e sem ficar muito tempo em jejum é o mais indicado. Associada ao treino aeróbico adequado e orientado, a pessoa pode começar a ver algumas mudanças em torno de 30 dias. O mais importante é ter paciência e foco.

- Depois da adaptação, o atleta vai se sentir mais ágil e disposto. Em um mês já teríamos uma mudança na composição corporal dele, com ganho de massa muscular e menos gordura, mas essa mudança se dá, para valer, após dois ou três meses. Basta querer - encerrou Elizabeth. 

COLUNISTA

PAULO PAIVA

COMPARTILHE O LINK DA MATÉRIA









Destaque

10 TRUQUES QUE VÃO FACILITAR O SEU DIA A DIA NA COZINHA

Dicas para descascar cebola, alho e batata, para substituir ovos nas receitas e muito mais

27/01/2017   05:29:00

Ler Matéria

Atleta amador precisa de suplemento?

Alimentação balanceada pode resolver

27/01/2017   05:22:43

Ler Matéria

Dieta, genética,

Abdômen de ginasta: os exercícios para ter uma barriga “sequinha”

27/01/2017   05:19:52

Ler Matéria

ELEIÇÕES

RIO POMBA

03/10/2016   05:07:56

Ler Matéria

BENEFÍCIOS DA COUVE

BENEFÍCIOS DA COUVE

30/08/2016   20:16:38

Ler Matéria

3 ERVAS ALIADAS DA SAÚDE

3 ERVAS ALIADAS DA SAÚDE

30/08/2016   20:13:38

Ler Matéria

IMPORTÂNCIA DE CULTIVAR

Saiba mais sobre a importância de cultivar plantas em casa para ajudar aliviar o estresse

30/08/2016   20:11:30

Ler Matéria

BENEFÍCIOS DA NATAÇÃO PARA A SAÚDE

BENEFÍCIOS DA NATAÇÃO PARA A SAÚDE

30/08/2016   20:06:58

Ler Matéria



 
   
Cadastre seu e-mail e receba novidades e promoções da Jovem Rio!






  
Copyright © 1998/2015 Todos os direitos reservados!