Espalhe por aí                  Visitas: 837


07/09/2015 às 17:11:20
Pernas saudáveis ajudam a deixar coração seguro

Principais auxiliares do protagonista no sistema circulatório, elas merecem toda atenção e cuidado
créditos: uai

“A panturrilha é o nosso segundo coração”, explica o doutor Eduardo Vieira, cardiologista e angiologista do Hospital do Coração do Brasil. A circulação no organismo começa pelo coração, que bombeia de sete a oito litros de sangue por todo o corpo. O líquido circula primeiramente pelas artérias, percorre todos os órgãos e membros do corpo. Ao fazer o percurso de volta, passa pelas veias, daí a denominação sangue venoso. É nessa última etapa que o trabalho das pernas é fundamental, em especial a musculatura da panturrilha.

Segundo Eduardo Vieira, quando caminhamos, as veias presentes nas pernas são submetidas ao movimento de contração e relaxamento e, como uma bomba hidráulica, facilitam a volta do sangue para o coração. “Qualquer atividade feita pelo indivíduo é um estímulo à circulação. A pessoa sedentária ou que tem sobrepeso fica longos períodos na mesma posição, tanto sentada, quanto em pé, e isso diminui a dinâmica do sangue”, ensina. Levar uma vida saudável, que inclui a prática de exercícios físicos e a alimentação equilibrada, nem sempre garante a eliminação dos problemas circulatórios, visto que o fator genético é determinante. Para o presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), Pedro Pablo Komlós, mesmo com todos os cuidados, o indivíduo ainda pode adoecer. “Havendo sintomas diferentes, que não são reconhecidos, o paciente deve procurar um médico. É importante ser encaminhado ou procurar diretamente um especialista, pois doenças desse tipo não são difíceis de serem diagnosticadas, porém, tudo vai depender de uma boa orientação”, alerta.

O professor de inglês Miles Andrews, 47 anos, nunca tinha ouvido falar de trombose, muito menos de embolia pulmonar quando começou a perceber que a perna direita passou a ficar amarelada. Pela falta de conhecimento, achou que a coloração estranha na pele logo sumiria. Sem notar nenhuma melhora e depois de verificar que a região estava inchada e dolorida, Miles decidiu buscar ajuda médica. Ao fazer os primeiros exames, descobriu a trombose e foi internado imediatamente. Tomou uma medicação para ajudar a diluição do sangue, mas parte do líquido coagulado acabou indo parar no pulmão. Além disso, os especialistas encontraram ainda outro coágulo na perda esquerda. O professor precisou ser submetido a uma cirurgia, na qual inseriram uma espécie de filtro em seu corpo a fim de impedir que novos episódios pudessem atingir o pulmão, o coração ou o cérebro.

Passado o susto, Miles descobriu que havia histórico da doença na família. Mas longe de colocar a culpa na carga genética, Miles acredita que o problema surgiu pelo fato de fumar muito e ter a alimentação desregrada. “Acho que não sentia nada e não tive problemas maiores porque faço muito exercício diariamente. Ando de bicicleta, faço musculação e caminho”, conta.

Varizes, trombose e embolia pulmonar são as doenças mais comuns decorrentes da má circulação nas pernas. A partir da primeira, as outras podem se desenvolver em graus diferentes. As pequenas veias são uma desvantagem da evolução humana, pois, como colocamos o peso do corpo nos membros inferiores, as pernas acabam sobrecarregadas. “É uma doença multifatorial. O exercício não fará sumir as causas existentes, mas vai evitar que apareçam novas. É uma prevenção”, esclarece Eduardo Vieira.

Perigo
A trombofilia é a predisposição ao desenvolvimento da trombose, a formação de coágulos sanguíneos. Esses coágulos percorrem vasos e artérias e podem provocar o entupimento de veias e interromper o fluxo do sangue e, com isso, causar isquemias e embolias. A trombofilia se manifesta em cerca de 20% da população mundial e se origina tanto de fatores hereditários como adquiridos.

Mulheres em alerta
Tanto as varizes finas quanto as mais acentuadas podem ser motivadas pela genética, pela idade ou pelos hormônios. As mulheres têm, naturalmente, mais flutuações hormonais do que os homens e, como o sistema venoso é muito influenciado por essas mudanças bruscas, elas têm maior predisposição a essas doenças.

O uso de anticoncepcionais e a gravidez são fatores de risco para o aumento das varizes. “Aparecem em qualquer idade, mas, a partir da menstruação, tendem a se intensificar. O maior problema se constitui na junção dos genes que tendem a herdar veias fracas, com paredes pouco elásticas, semelhantes a borrachas”, fundamenta Komlós. Ainda de acordo com ele, algumas etnias são mais propensas, como a italiana e a alemã.

Alguns hábitos ajudam a prevenir o aparecimento: praticar uma atividade física diária que exercite os braços e as pernas, manter a alimentação balanceada, controlar o peso e fazer checapes anuais. Além disso, fortalecer a panturrilha com uma rotina de exercícios musculares e aeróbicos contribui para amenizar o desconforto causado pela sobrecarga na circulação no fim do ciclo menstrual.

COLUNISTA

PAULO PAIVA

COMPARTILHE O LINK DA MATÉRIA









Saúde

Dica Para Fazer o Esmalte Secar Mais Rápido

Mergulhar as mãos em água gelada é truque certeira para secar o esmalte mais rápido

18/03/2016   09:23:46

Ler Matéria

Esfoliante caseiro de açúcar renova a pele e diminui oleosidade

Esfoliação ajuda a eliminar as células mortas da superfície e a desobstruir os poros

18/12/2015   06:03:06

Ler Matéria

Zika pode ser transmitido por leite ou sêmen? Veja o que a ciência já sabe

Principal forma de transmissão do zika vírus é pelo vetor Aedes aegypt

10/12/2015   05:17:19

Ler Matéria

Manteiga: antes vilã da alimentação saudável, ela finalmente foi reabilitada

Sempre vista como vilã nas dietas, a manteiga agora assume papel de superfood

09/12/2015   06:51:14

Ler Matéria

Exercício intenso, mas sem exaustão, melhora humor de jovens, diz estudo

Pesquisa da Unifesp avaliou efeito psicológico de exercício de alta intensidade. Quando praticante atinge estado de exaustão, efeito no humor é negativo.

02/11/2015   19:47:32

Ler Matéria

Estudos sugerem que tirar mês de 'férias' do álcool faz bem para a saúde

Cientistas acreditam que um mês sem álcool já ajuda fígado a se recuperar. Pesquisa que será apresentada este mês indica benefícios de abstinência.

02/11/2015   19:30:11

Ler Matéria

Estudo explica por que você deve fugir de restaurantes que servem porções avantajadas

Cientistas do Reino Unido alertam que porções muito grandes de alimentos levam as pessoas a comer além da necessidade, aumentando o risco de doenças como câncer e obesidade

07/10/2015   06:23:24

Ler Matéria

Texto da jornalista Fernanda Gentil sobre amamentação fortalece cinco mitos sobre aleitamento materno; veja quais são

Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o aleitamento materno exclusivo durante os seis primeiros meses de vida do bebê, média brasileira é de 54 dias

07/10/2015   06:19:22

Ler Matéria



 
   
Cadastre seu e-mail e receba novidades e promoções da Jovem Rio!






  
Copyright © 1998/2015 Todos os direitos reservados!